Numa segunda etapa, empresa prevê a migração da Gol para o Novo Mercado da B3, segmento da bolsa que exige o maior nível de governança corporativa.

Por G1

15/10/2018

A Gol Linhas Aéreas anunciou que pretende realizar uma reestruturação societária para incorporar sua empresa de programa de fidelidade Smiles, informou a companhia aérea em fato relevante divulgado na noite de domingo (14).

“A incorporação da Smiles na Gol resultará na extinção da Smiles, nos termos da Lei das S.A., com a sucessão pela Gol em todo o patrimônio da Smiles e na migração da base acionária da Smiles para a Gol”, disse a companhia aérea.

A reorganização depende da aprovação pela Agência Nacional de Aviação Civil e dos acionistas das companhias. Caso a reorganização não seja aprovada, a Gol disse que poderá reverter para “estruturas alternativas para alcançar seus objetivos a esse respeito, incluindo por meio de uma oferta pública de aquisição”.

Com a decisão, a Gol segue caminho semelhante tomado pela Latam, que em setembro anunciou a decisão de não renovar o contrato com a operadora de programas de fidelidade Multiplus e fechar o capital da empresa.

Para justificar a decisão, a Gol disse em comunicado que a concorrência em ambos mercados de aviação e programas de fidelidade tornou-se “mais desafiadora” manter estruturas societárias separadas.

“Limitações do contrato operacional e a existência de governança e bases de acionistas distintas revelaram obstáculos para a capacidade dos investimentos necessários e da otimização na coordenação do desenvolvimento de ofertas e produtos nos respectivos mercados das companhias”, destacou.

O reestruturação prevê a unificação das bases acionárias da Gol e da Smiles em uma única espécie de ação. A Smiles abriu o capital em 2013.

“Os acionistas da Smiles receberão uma combinação de ações PN da Gol e ações PN Resgatáveis Gol por uma relação de substituição e em termos a serem negociados entre a administração da Gol e o comitê independente da Smiles”, informa o comunicado.

Numa segunda etapa, a companhia prevê a migração da Gol para o Novo Mercado da B3, segmento da bolsa que exige o maior nível de governança corporativa.

A Gol estima que as assembleias gerais de acionistas que deliberarão sobre a reorganização sejam convocadas em aproximadamente 100 dias.

Amaril Franklin CTV Ltda