O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta segunda-feira (27) que os Estados Unidos chegaram a um acordo muito bom com o México, e que as conversações com o Canadá sobre um novo pacto regional de livre-comércio começarão em breve.

 

 

AFP Por Alina DIESTE,

27 de agosto de 2018

 

“É um grande dia para o comércio. É uma acordo muito bom para ambos os países”, disse Trump.

“Canadá, começaremos as negociações em breve. Telefonarei para seu primeiro-ministro muito em breve”, acrescentou.

Pouco depois, o gabinete do primeiro-ministro canadense Justin Trudeau indicou que os dois líderes tiveram uma “discussão construtiva”. “Os dirigentes receberam favoravelmente os progressos realizados nas discussões com o México e esperam com interesse que suas equipes prossigam as negociações esta semana”.

Nesta tarde, Peña Nieto lembrou o “árduo” caminho que seu país e os Estados Unidos atravessaram em relação ao Nafta desde que Trump chegou ao poder.

“A chegada há pouco mais de um ano e meio do novo governo dos Estados Unidos francamente semeou a incerteza e a dúvida sobre o que traria à relação comercial entre o México, os Estados Unidos e o Canadá”, disse Peña Nieto.

Mas “hoje chegamos a um ponto de entendimento (…) entre o México e os Estados Unidos e esperamos que muito em breve, do mesmo modo, aconteça a negociação com o Canadá e que isso nos permita nos próximos dias fechar formalmente (…) o acordo de livre comércio entre o México, os Estados Unidos e o Canadá”, acrescentou.

A equipe do presidente eleito do México, Andrés Manuel López Obrador, celebrou o acordo.

“Vemos como um avanço positivo o entendimento que hoje se anuncia pois reduz a incerteza sobre a economia”, disse nesta segunda-feira em coletiva de imprensa Marcelo Ebrard, designado como próximo chanceler.

Para Obrador, é importante que o Canadá se some ao acordo.

“É importante que o Canadá esteja, é importante que se convoque, como já se está fazendo, o governo do Canadá para que se mantenha o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (…) nos interessa muito que seja um tratado de três países”, disse López Obrador à imprensa na cidade de Tuxtla Gutiérrez, en Chiapas.

Os negociadores dos Estados Unidos e do México trabalharam nas últimas cinco semanas para resolver divergências no contexto da revisão do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) que começaram há um ano, enquanto o Canadá, terceiro sócio do acordo, espera para se juntar às negociações assim que esses temas bilaterais estiverem resolvidos.

“Vê-se um grande acordo com o México”, tuitou Trump esta manhã, depois que os negociadores americanos e mexicanos retomaram as reuniões em Washington, após as negociações do final de semana.

Cauteloso, o secretário da Economia do México, Ildefonso Guajardo, insistiu que os esforços para conseguir um novo Nafta não estarão concluídos até que o Canadá se junte à mesa.

“Não vamos revelar nada porque muitas dessas coisas envolvem o Canadá. Até que não terminemos com a posição do Canadá, não poderemos revelar todos os elementos”, disse Guajardo a jornalistas.

O chanceler mexicano, Luis Videgaray, afirmou que o acordo se trata de uma “boa notícia” para seu país, mesmo com a incerteza sobre a permanência do Canadá.

“O que nós mexicanos já sabemos é que em qualquer desses cenários haverá um tratado de livre-comércio entre México e Estados Unidos, independentemente do que acontecer com a negociação com o Canadá”, disse em coletiva de imprensa em Washington.

Amaril Franklin CTV Ltda