Mesmo chegando aos dois últimos pregões de alta, o Ibovespa teve um maio para esquecer, registrando seu pior mês desde setembro de 2014, quando chegou a cair 11,70%. Se nos últimos dias chamou atenção a derrocada da Petrobras da greve dos caminhoneiros, nas semanas anteriores o mercado brasileiro já havia passado por diversos “contratempos”. Praticamente todos os fundos e clubes de investimentos do mercado, registraram perdas em suas carteiras, salvo uma ou outra exceção, em função de alguma particularidade. Não sendo diferente ao resultado apresentado pelo Fundo de Investimentos em Ações Amaril Franklin, que por sua vez, registrou 9,19% de perdas em maio, porém em 2018 acumulam uma valorização de 1,1%. Em 12 meses o fundo obteve 12,73%, em 24 meses 74,35% e em 36 meses 50,39% de retorno positivo.

Amaril Franklin CTV Ltda